Ensaio incrível retrata pessoas totalmente cobertas por mel

A redução da variedade de flores está matando as abelhas
28 de julho de 2015
Espetinho de Queijo de Coalho com Mel e Alecrim
7 de agosto de 2015

principal

Uma inusitada combinação entre o corpo humano e o mel deu origem ao ensaio fotográfico “Preservation” (“Preservação”, em português). O trabalho é da autoria do fotógrafo Blake Little, que cobriu corpos de pessoas nuas com mel dos pés a cabeça e registrou o resultado. Esta estranha e doce combinação faz com que os corpos humanos fiquem estranhamente parecidos com fósseis preservados.

A ideia surgiu quando Blake fotografava um homem sentado. O rapaz tinha uma aparência “grosseira”e, parado ali, Blake o imaginou com um pote de mel, como se fosse um urso. A ideia parecia um pouco clichê, mas ao observar as fotos atentamente, Blake percebeu que o mel escorrendo das mãos do rapaz era intrigante e dava a sensação de que ele estava preservado em um âmbar, uma resina fóssil utilizada na Idade da Pedra. E então Blake foi do imaginário ao real, utilizando modelos de verdade.

Uma dessas modelos disse que a sensação não foi muito agradável. Primeiro sentiu calor, depois frio, em seguida sentiu-se como se estivesse protegida. Ao escolher os modelos para as fotos, o fotógrafo selecionou pessoas de diferentes tipos e idade, entre elas crianças, jovens, idosos, mulheres e homens, todas com tipos físicos também diferentes. Como o mel é muito brilhante, as pessoas ficam praticamente irreconhecíveis. Para o fotógrafo, o trabalho com mel foi uma forma de “democratizar as pessoas“, tornando-as seres universais e sem diferenças.

Veja abaixo as fotos e o vídeo de como foi feito o ensaio fotográfico:

13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3

https://www.youtube.com/watch?v=-esABvounzE

Fonte: www.hypeness.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *